Motores

Rafael Lobato vitorioso no domingo mas inconformado com penalização no sábado

Rafael Lobato mostrou-se inconformado com a penalização de que foi alvo na segunda corrida da derradeira ronda do Campeonato Nacional de Velocidade Turismos/TCR Ibérico que teve lugar no Autódromo Internacional do Algarve , fazendo-o descer para o quinto lugar final. O piloto de Vila Real viria no entanto a mostrar todo o seu valor na terceira corrida do programa ao vencer com grande autoridade.

A penalização de que foi alvo no sábado resultou do facto dos comissários desportivos terem considerado que Rafael Lobato ultrapassou os limites da pista na primeira curva, ainda que tal tenha resultado do facto dos pneus do Audi RS3 LMS TCR ainda estarem frios.

Lobato mostra a sua perplexidade com a decisão, pois não retirou da manobra qualquer vantagem, antes pelo contrário, já que na manobra perdeu duas posições: “Não dá para perceber, mas as coisas são como são, poderia ter ficado, no mínimo, em segundo e terminei a corrida no quinto lugar com uma penalização injusta. O carro estava muito bom e poderia até ter lutado pela vitória. Infelizmente assim não aconteceu, amanhã vou tentar chegará vitória e fechar a temporada como a comecei”.

No domingo tudo foi diferente, pois arrancando de segundo Rafael Lobato esteve em constante luta pela liderança com Francisco Abreu, até um toque deste resultar numa penalização, deixando o ‘caminho’ livre para a vitória do piloto transmontano.

“Foi uma bela corrida e a luta com o Francisco muito emocionante. Acabou depois daquela tentativa de ultrapassagem e a partir dai as coisas foram mais tranquilas e, aproveitando as qualidades do Audi RS3 LMS TCR, consegui o objetivo, terminar o ano como o comecei, ou seja, com uma vitória”, reconheceu Rafael Lobato, que terminou a época a ganhar, como tinha feito no início da mesma.

Mais partilhadas da semana

Subir