Educação

PSD quer manuais escolares gratuitos também no ensino privado

Os vereadores do PSD na Câmara de Lisboa preparam uma proposta, a ser apresentada no executivo municipal, que defende a entrega de manuais escolares gratuitos também aos alunos do ensino privado. “Todos são filhos de Lisboa, Lisboa não tem filhos de primeira nem filhos de segunda”, defende o vereador social-democrata João Pedro Costa.

“O PSD vai entregar uma proposta de manuais escolares para todos”, revelou o vereador social-democrata, em declarações à agência Lusa, à margem de uma visita à Escola Básica Gaivotas, no dia do arranque do ano letivo.

Os sociais-democratas pretendem que os manuais sejam gratuitos para todos os alunos até ao 12.º ano, independentemente de estarem em escolas privadas ou públicas.

Por iniciativa da autarquia lisboeta, todos os alunos do ensino público têm livros gratuitos, medida que vai além daquela que foi implementada pelo Ministério da Educação, que cede livros a estudantes do 1.º ao 6.º ano de escolaridade.

Para o PSD, não se justifica que os alunos do privado e do público sejam tratados de forma diferente.

“Esta é uma medida positiva e que deve ser estendida ao ensino particular e cooperativo (…) Todos são filhos de Lisboa, Lisboa não tem filhos de primeira nem filhos de segunda”, salientou João Pedro Costa, à Lusa.

“Lisboa deve ser uma cidade inclusiva para todas as famílias com filhos”.

Os eleitos do PSD, João Pedro Costa e Teresa Leal Coelho, vão defender a medida na autarquia lisboeta e pretendem que o executivo liderado por Fernando Medina avance com a mesma já neste ano letivo – através do reembolso aos pais que pagaram os livros.

Mais partilhadas da semana

Subir