Motores

O regresso às vitórias dos campeões no Raid da Ferraria

A competição SSV no Raid da Ferraria levou o que de melhor tem o Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno às pistas do Ribatejo e do Alto Alentejo.

Houve de tudo um pouco e muita disputa entre os ao título e às vitórias, com a surpresa a vir de um estrangeiro, o brasileiro Cristiano Batista, que foi o mais rápido no primeiro dia.

Também o segundo tempo de Nelson Caxias foi uma das grandes surpresas do início de corrida com o ex-piloto de Quad e Trial 4×4 a confirmar que é também uma das boas aquisições do CNTT para esta temporada.

David Tubarão esteve também muito bem ao conseguir ser o terceiro, seguindo por João Monteiro, o atual campeão, Pedro Carvalho e o líder do campeonato, Pedro Santinho Mendes. Já no domingo seriam estes últimos três pilotos que repartiriam entre si os lugares de pódio.

Mesmo sem ter tido uma prova isenta de problemas o campeão João Monteiro, navegado por Manuel Pereira, regressou aos triunfos. A 35s atrás, em segundo, ficou mais um Can-Am pilotado por Pedro Santinho Mendes, que reforça assim a sua posição de liderança no Campeonato. Pedro Carvalho e André Guerreiro terminaram no terceiro posto e mantiveram-se na luta pelo título.

Luís Cidade, que foi o mais rápido no derradeiro troço e venceu entre os Juniores, foi quinto classificado atrás de um dos grandes animadores deste Raid Ferraria, o brasileiro Cristiano Batista que venceu entre os veteranos. Mário Franco, aos comandos de um Yamaha, terminou no sétimo posto e assim ‘impediu’ a Can-Am de preencher na totalidade o top dez.

Luta emocionante pela vitória na Classe SSV TT2 com quatro piloto a partirem separados por 9s para o derradeiro troço. André Rodrigues em Yamaha saiu vitorioso desse confronto que envolveu ainda Nuno Gameiro (Yamaha), Roberto Viñaras e Tiago Guerreiro, ambos em Polaris RS1. Os quatro terminaram separados por 23s.

João Monteiro e Pedro Santinho Mendes venceram respetivamente a Classe Stock e Open do Troféu Can-Am. Mário Franco venceu a Classe Open da Taça Yamaha que teve em Eric Steichen o vencedor da Classe Stock. No Troféu Polaris Tiago Guerreiro foi mais uma vez o vencedor.

8Shares

Mais partilhadas da semana

Subir