EUA

O Egas e Becas são gays e sempre mantiveram uma relação

Acaba a especulação em torno da homossexualidade das carismáticas personagens da Rua Sésamo. O guionista da série, Mark Saltzman, confirmou que o Egas e o Becas são gays e mantêm uma relação… desde sempre.

Ninguém reparou sequer na orientação sexual do Egas e do Becas, mas a verdade é que o assunto sempre gerou especulação.

Especulação que chega agora ao fim, graças a uma entrevista à Queerty concedida pelo guionista Mark Saltzman.

Confrontado com o facto de ter pensado as personagens como um casal homossexual, o autor não hesita.

“Eu sempre senti que, quando eu estava escrever sobre o Egas e o Becas, eles eram homossexuais. Eu não tinha outra maneira de contextualizá-los”, diz.

Mark Saltzman confessa que não conseguiu evitar transportar para a ficção as suas próprias orientações sexuais.

Recorde-se que o guionista da Rua Sésamo manteve uma relação com Arnold Gassman durante duas décadas.

“Muita gente se referia a nós como o Egas e o Becas”, assinala ainda. E havia verdade nessa mistura entre realidade e ficção.

“O Arnold era mais organizado, como o Becas. Eu era mais brincalhão, como o Egas. E transportei essas características para as personagens”, revela ainda.

A Rua Sésamo estreou em 1969, numa ideia original de Joan Ganz Cooney e Lloyd Morrisett.

A série estreou em Portugal a 6 de novembro de 1989 e manteve-se no ar até 27 de maio de 1996.

Mais partilhadas da semana

Subir