Mundo

Musical sobre Chico Buarque interrompido porque se pediu a destituição de Dilma

Um musical sobre Chico Buarque, em Belo Horizonte, ficou marcado por uma reação negativa do público, quando um ator chamou “ladrões” a Lula e a Dilma, pedindo o impeachment da Presidente do Brasil. Veja o vídeo.

Durante a apresentação de ‘Todos os musicais de Chico Buarque em 90 minutos’, o ator Cláudio Botelho, codiretor da peça, decidiu fazer um improviso, chamando “ladrões” a Dilma Rousseff e a Lula da Silva.

O público reagiu mal e gritou as palavras de ordem em defesa do PT. “Não vai ter golpe!”, repetiram.

Depois desta inesperada reação do público, que demonstra bem o estado em que o Brasil se encontra (dividido e com política em todas as áreas, da justiça até às artes), o ator resolveu o problema de improviso.

“Não vai ter golpe? Então vamos continuar o espetáculo e depois veremos se vai ou não ter golpe”, brincou.

Veja o vídeo.

6Shares

Mais partilhadas da semana

Subir