Desporto

Mestrado de Fernando Madureira vai ser investigado

Segundo avança a Visão, o reitor do ISMAI enviou um pedido formal à Inspeção-Geral da Educação e Ciência (IGEC), para que se investigue o mestrado que Fernando Madureira concluiu com 17 valores. A decisão daquele estabelecimento de ensino surge após uma reportagem da mesma revista e em virtude do grau de “exigência” que a instituição quer preservar.

Em nome do “rigor” e”exigência” que reclamara para o Instituto Universitário da Maia (ISMAI), o reitor da instituição, Domingos Oliveira Silva, pediu ao IGEC para que se avance com um “procedimento inspetivo” ao mestrado do líder da claque dos Super Dragões.

A notícia é avançada pela Visão e surge após uma reportagem da mesma publicação, que teve acesso à tese apresentada por Fernando Madureira, em que defendia um projeto de entrega de uma bancada do Estádio do Dragão à claque que liderava.

Além de publicar excertos dessa tese, com erros ortográficos, a revista apresentou-os a alguns especialistas, que se manifestaram surpreendidos com a nota elevada.

“A tese de Fernando Madureira é um insulto à Língua Portuguesa e ao desporto nacional. Manuel Sérgio [catedrático da Faculdade de Motricidade Humana] pode ter um ataque cardíaco se a ler!”, afirmou Maria Alzira Seixo, professora catedrática da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.

O mestrado, concluído no ISMAI, apresenta dificuldades de Fernando Madureira em escrever Português sem erros. Veja aqui a reportagem.

E perante a divulgação do percurso académico do líder dos Super Dragões, o ISMAI agiu, em defesa da reputação que pretende manter.

Mais partilhadas da semana

Subir