Motociclismo

Mário Patrão não estará à partida do ‘Dakar’

Apesar do empenho e árduo trabalho desenvolvido ao longo de todo o ano de 2017 para poder estar à partida da 40ª edição do Rali da Dakar, Mário Patrão vai falhar a prova ‘rainha’ do todo-o-terreno mundial, já que foi submetido a uma cirurgia de urgência.

Uma forte dor abdominal, que sentiu na manhã de 31 de dezembro, acabou por obrigar o piloto de Seia a rumar ao Hospital Nossa Senhora da Assunção nesse mesmo dia.

Mário Patrão foi transferido de imediato para o Hospital de Viseu onde lhe foi diagnosticada uma perfuração no intestino, tendo sido submetido de urgência a uma intervenção cirúrgica, na qual lhe foi extraído o apêndice.

Ainda internado naquela unidade clínica, o piloto de Seia emitiu um comunicado onde manifesta a decisão de abdicar da sua presença na prova sul-americana.

“O sentimento é de tristeza e de frustração. Tinha tudo pronto para partir no dia 1 de Janeiro. Considero que fizemos um bom trabalho de preparação, mas infelizmente não vou conseguir estar à partida. Resta-me levantar a cabeça e continuar a lutar com todas as minhas forças. Agradeço a todos os patrocinadores que mesmo neste momento tão difícil estão comigo”, afirma Mário Patrão no documento.
De salientar que esta seria a sexta participação de Mário Patrão no Dakar e a segunda que iria disputar integrado na equipa oficial da KTM.

6Shares

Mais partilhadas da semana

Subir