Motociclismo

Mário Patrão mantém terceiro lugar no Panafrica Rally

O segundo dia da etapa maratona do Panafrica Rally não alterou a classificação de Mário Patrão, que manteve a terceira posição da classificação geral.

Nos 140 quilómetros do setor seletivo da tirada da prova que se está a realizar em Marrocos o piloto de Seia foi o terceiro mais rápido, melhorando o resultado da tirada anterior, quando cometeu um pequeno erro e foi o quarto nos 205 quilómetros da especial. A primeira parte da etapa maratona que se concluiu esta quarta-feira.

Desta forma, Mário Patrão, que continua a ter na sua KTM uma grande aliada, mantém-se atrás dos franceses Adrien e Michael Metge, que continuam a dominar a prova, que na quinta-feira colocará de novo os participantes à prova, com uma tirada que inclui um setor seletivo de 319 quilómetros.

Relativamente à sua prova, o piloto português tem superado as várias dificuldades com que se tem confrontado: “O peso das motas é diferente, a forma de condução também e não tive tempo para me adaptar, mas o objetivo que traçámos para esta competição tem estado a ser cumprido. A missão passa por fazer quilómetros no deserto, sem cometer erros, ganhando cada vez mais rapidez na leitura do ‘road book’”.

“Na etapa de ontem cometi um deslize de navegação que me penalizou em 15 minutos. Tem sido muito bom disputar esta prova. Estou cada vez mais habituado à moto, sinto-me muito bem fisicamente e mais confiante. Estou em terceiro da geral, mas ainda faltam dois dias para o final da competição”, refere Mário Patrão.

“Amanhã disputa-se a etapa mais longa deste rally. Vamos ver como corre, o objectivo será ficar no pódio.” revela Mário Patrão que acrescenta “agradeço aos meus patrocinadores o apoio, confiança e investimento. Sem eles não seria possível, com toda a certeza, estar aqui, e é por eles que luto pelo pódio”, acrescentou o ‘motard’ de Seia.

Mais partilhadas da semana

Subir