Motores

José Pedro Fontes ainda acredita no título apesar das condicionantes

José Pedro Fontes e Paulo Babo partem para o Rali Casinos do Algarve ainda com esperança de vencer o Campeonato de Portugal da especialidade.

É verdade que a dupla do Citroën C3 R5 é a menos favorita das três candidatas ao título, porque não está apenas dependente de si própria nesta derradeira prova do ano, mas nem por isso deixa de acreditar que é possível.

Fotos: AIFA

Tanto ‘Zé Pedro’ como Paulo Babo têm hipóteses matemáticas nos campeonatos de pilotos e navegadores, ainda que a sua tarefa se apresente complicada, mesmo no caso de vencer, num campeonato de nove provas, em que as diferentes equipas tiveram de eleger oito delas para pontuar.

“Estamos, de facto, em luta pelos títulos de Pilotos e Navegadores, fruto dos excelentes resultados que alcançámos nas três últimas provas onde, com o nosso novo C3 R5, somámos duas vitórias consecutivas – na Madeira e em Amarante – após um muito suado segundo lugar em Castelo Branco. Dando um novo alento à equipa, após um início de ano difícil, esses resultados elevaram-me ao terceiro lugar na tabela de pilotos e ao Paulo ao quinto posto na dos navegadores, dando redobrada importância ao resultado e pontos a conquistar nesta última prova de 2018”, assume José Pedro Fontes.

O piloto do Porto está ciente das várias condicionantes: “Para garantirmos os títulos temos que ser os mais rápidos nos troços – resultados que também valem pontos – e garantir a vitória final, somando, com isso, os correspondentes 25 pontos, para além de que temos de esperar que as coisa não corram a cem aos nossos adversários, numa altura em que há, também, uma série de fatores a ter em conta, nomeadamente pontuações para deitar fora, pelo que é difícil fazer projeções”.

“O nosso objetivo final não depende só do nosso resultado mas, como tenho vindo a afirmar, há que acreditar e é com esse espírito que alinhamos neste Rali Casinos do Algarve, onde uma vitória é perfeitamente possível, como comprovam os nossos recentes resultados. Se bem que o nosso objetivo principal seja o CPR, ficaria também muito satisfeito se conseguisse que esse troféu europeu, decidido numa Final Europeia que agrega todos os campeões de ralis das diferentes regiões da FIA, ficasse no nosso país, connosco e com o C3 R5”, acrescenta José Pedro Fontes.

2Shares

Mais partilhadas da semana

Subir