Benfica

Jonas rendido ao Benfica, com juras de amor e gratidão

Jonas é uma das figuras do atual Benfica e para o clube da Luz só tem elogios, dizendo que “dificilmente deixaria” o emblema encarnado.

“Só sairia se aparecesse alguma coisa importante para o clube e para mim. É muito difícil deixar o Benfica nos próximos dois anos. A felicidade não tem preço. Sou muito grato ao clube, amo este país e estou muito adaptado. A minha felicidade, hoje, é aqui”, afirmou o avançado, em declarações ao jornal Record.

O Pistolas, como é carinhosamente apelidado pelos adeptos, reconhece que, a nível individual, esta “não foi a melhor temporada”. “Porque esta lesão atrapalhou um pouco em relação ao número de jogos. Este ano foi de superação para mim, pelos momentos que passei, pelas lesões grave e complicadas. A superação marcou esta época para mim, mas foi importante porque recuperei”.

Num olhar à época, Jonas diz que o Benfica foi um campeão “indiscutível”.

“O Benfica, desde o início, esteve sempre em primeiro lugar. Tivemos sempre esta liderança e acabámos por conquistar três títulos. A nossa campanha foi indiscutível e fizemos um trabalho bem feito. Nos últimos anos o Benfica tem mostrado a sua força e o trabalho tem dado resultado”, disse o internacional brasileiro, respondendo ainda sobre o desempenho do Sporting quando lhe perguntaram sobre a formação de Jorge Jesus.

“Acho que todos esperavam mais, até pelo que fez na última temporada. Houve saídas de alguns jogadores importantes, mas em contrapartida, contrataram outros. Penso que o Sporting não teve a regularidade que devia par ser campeão. Por isso e que teve dificuldades para lutar até ao fim.”

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir