Local

“Já é o terceiro incêndio neste local. É mesmo negligência da EDP”, acusa presidente da Câmara de Monchique

Um incêndio em Nave, no concelho de Monchique, foi o terceiro provocado pela “negligência” da EDP, de acordo com o autarca. “Já tínhamos dito várias vezes que esta é uma zona em que recorrentemente acontece isto e a EDP até agora não fez nada”, acusou Rui André.

O incêndio de ontem foi prontamente dominado, mas assustou devido ao histórico recente do fogo na serra.

Em declarações à Renascença, o presidente da Câmara de Monchique frisou que esta foi “a terceira ignição” provocada pela falha de manutenção das linhas elétricas.

“Em vários sítios do concelho temos problemas desta natureza”, salientou, referindo-se de seguida ao incêndio de ontem em Nave.

“Neste local, é a terceira vez que acontece uma ignição provocada por estes fios. É mesmo negligência”.

“Já tínhamos dito à EDP várias vezes que esta é uma zona em que recorrentemente acontece isto e a EDP até agora não fez nada”, reforçou Rui André.

Numa resposta enviada à rádio, a empresa alegou que “a EDP Distribuição assegura a limpeza e a manutenção das faixas de proteção das linhas elétricas de alta e média tensão”, acrescentando ter gasto “25 milhões de euros”, nos últimos cinco anos, “na limpeza e manutenção de 40 mil quilómetros de rede aérea de AT e MT em todo o país”.

Quanto à limpeza da vegetação na envolvente aos cabos de baixa tensão, a EDP endossou a responsabilidade para os proprietários dos terrenos, quer particulares, quer estatais (como os municípios e a Infraestruturas de Portugal, no caso dos postes instalados em ruas e estradas).

Mais partilhadas da semana

Subir