Economia

Está a trabalhar-se a “todo o vapor”, diz Marcelo sobre dívidas às empresas portuguesas

O Presidente português afirmou hoje que se está “a trabalhar a todo o vapor” na regularização das dívidas de Angola às empresas portuguesas e que recebe “notícias dia a dia, em catadupas”, sobre esta matéria.

Marcelo Rebelo de Sousa falava aos jornalistas no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, em Luanda, onde chegou hoje para uma visita de Estado de quatro dias a Angola, que começa oficialmente na quarta-feira, dia em que terá um encontro com o Presidente angolano, João Lourenço.

Interrogado sobre o ponto da situação da certificação e pagamento das dívidas de Angola às empresas portuguesas, o chefe de Estado respondeu: “Vão ver amanhã [quarta-feira] e nos próximos dias como se continua a trabalhar no sentido de ir o mais longe possível, é um processo que não para”.

Referindo-se aos embaixadores nos dois países, ali presentes, afirmou: “Eles sabem e eu sei, porque ia recebendo notícias dia a dia, em catadupas, não imaginam, em catadupas – não havia capacidade de leitura que conseguisse abarcar tanta realidade – do esforço que ia sendo feito a todos os níveis, departamentos ministeriais, governos províncias, entidades autónomas, instituições públicas que não o Estado clássico”.

“Portanto, está-se a trabalhar a todo o vapor, e vai continuar a trabalhar-se nisso”, acrescentou o Presidente português.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir