Motores

Equivalência de tecnologia ajustada nas 1000 Milhas de Sebring

A tabela de Equivalência de Tecnologia (EoT), que rege a categoria principal (LMP1) do Campeonato do Mundo de Resistência, foi alterada para as 1000 Milhas de Sebring.

Isto significa que se na prova do próximo dia 15 de março os dois Toyota TS050 Hibryd vão beneficiar de uma configuração de 61,3 MJ por volta na sua unidade de potência, os LMP1 não híbridos atmosféricos – os Rebellion RB13 e os BR1 – poderão contar com 95,MJ por volta.

Em comparação com a prova anterior, em Xangai, a alocação de combustível não aumentará no traçado da Florida para os Toyota. Os LMP1 não híbridos atmosféricos tinham pouco mais de 2,3 MJ/volta, enquanto os turno pouco mais de 3 MJ.

Apenas quatro elementos poderão estar na zona de paragem nas boxes durante as paragens: o responsável pelo carro, o portador do extintor, um mecânico com equipamento segurança necessário para levar o carro em modo de segurança e um outro mecânico que garantirá a segurança do mecânico que intervier no protótipo.

8Shares

Mais partilhadas da semana

Subir