Apresentações/Novidades

DS3 Crossback finalmente no mercado nacional

Inovador, vanguardista e requintado são aspetos que distinguem o DS3 Crossback, que este fim de semana chega ao mercado nacional.

Um ‘crossover’ assumidamente ‘premium’, de cinco portas, com 4,12 metros de comprimento e que se destina a uma utilização polivalente, dada a sua altura ao solo e ao seu espaço interior. Isto sem abdicar de um conforto e prestações exigíveis a um automóvel deste segmento.

Apesar do parentesco com o DS3 o Crossback é eminentemente diferente, a começar pelo comprimento, já que a berlina tem menos de quatro metros de comprimento e é muito mais convencional.

O novo modelo da marca francesa é mesmo para clientes que se querem diferenciar, não apenas devido às suas cacterísticas mas também devido à sua estética, tipificada pelos inúmeros detalhes metálicos, nomeadamente a ‘armação’ que envolve o conjunto grelha/faróis, e uma secção dianteira e flancos muito esculpida, e que inclui alguns elementos do DS3 original, como é o caso do desenho dos pilares centrais.

Mas há mais. Falamos dos puxadores que se destacam sempre que o utilizadores o necessitam e recolhem quando isso não acontece, seja com o veículo em andamento ou estacionado.

Além disso, graças ao seu sistema de acesso e arranque mãos-livres (ADML PROXIMITY), basta uma aproximação ao veículo (a partir de 1,5 metros) para que este se destranque e os quatro puxadores se ativem automaticamente. Quando o utilizador se afasta do veículo, os retrovisores recolhem e o veículo fica trancado. Simples e rápido.

A imagem do DS3 Crossback é cuidada também pela faceta cromática e detalhes, visível, por exemplo, na dianteira, com as ‘DS Wings cromadas’ e uma grelha em Preto Mate. Na traseira, um friso em Preto Brilhante com a assinatura do moelo destaca-se no portão da bagageira.

O interior é também dominado por uma harmonia em preto, com uma decoração em ‘Pure Basalte’ no painel de bordo e nos painéis das portas, ‘toggle-switches’ em Preto Mate com guilhochado ‘clous de Paris’ e bancos revestidos em tecido.

O ‘cartão de visita’ que é a carroçaria faz jus ao facto deste DS3 Crossback estrear a nova plataforma CMP Multi-energias da PSA, que é apenas um dos indicadores tecnológicos do novo modelo, bem visível no exterior com os projetores DS MATRIX LED VISION, ou no interior, onde se destaca o ‘cockpit’ totalmente digital, ou as diversas ajudas à condução.

A DS deu muita atenção aos acabamentos, com o painel de bordo a revestir-se de materiais nobres como Alcântara ou couro Nappa, ou também o conhecimento da marca em termos de grafismo e design de outros elementos do interior.

Neste particular destaque para o ecrã central com comandos sensitivos, as saídas de ar centrais e laterais (integrados nas portas para obter um painel de bordo limpo e realçar a sua confeção), ou a adoção de ecrãs, mergulham os ocupantes num universo tecnológico, confortável e luxuoso, onde é bom viver.

O habitáculo é amplo e bem concebido, oferece diversos espaços de arrumação, um local para recarregar o ‘smartphone’, suportes para copos e ainda um apoio de braço deslizante. A habitabilidade dianteira e traseira é excelente, tanto em largura, como ao nível dos cotovelos, espaço para a cabeça e espaço para as pernas.

O banco traseiro, rebatível em 2/3 – 1/3, permite disponibilizar entre 350 e 1050 litros de capacidade na bagageira, consoante a posição dos bancos, oferecendo um volume de carga extremamente generoso tendo em conta as dimensões compactas do modelo.

Para além de ser proposto numa versão elétrica – E-Tense – o DS3 Crossback será proposto em motorizações diesel Blue-Hdi e gasolina PureTech. Nestes últimos destaca-se o bloco 1.2 de 155 cv associado a uma transmissão automática de oito velocidades EAT8.

Em termos de preços, a versão de entrada com o bloco 1.2 PureTech de 100 cv de potência e caixa manual de sete velocidades fica disponível a partir dos 27.880 euros, enquanto a versão de caixa automática e motor idêntico no nível de equipamento La Premiére se inicia nos 42.360 euros.

Nas motorizações a diesel a mais acessível, 1.5 BlueHDi de 100 cv e caixa de velocidades manual de seis velocidades surge a partir dos 30.735 euros no nível de equipamento Be Chic.

Mais partilhadas da semana

Subir