Apresentações/Novidades

DS desvenda quatro concepts

A Citroën desvendou quatro ‘concept-car’ que se caracterizam pelo seu design radical, prestações de sonho, tecnologia de vanguarda, sustentabilidade e o recurso a novos materiais.

São estudos que se iniciaram em 2014, com o Divine, e que prosseguram até aos dias de hoje com o Aero Sport Lounge, que oferece uma visão aerodinâmica sustentável. Tal como os restantes ‘concept’ da marca definem os grandes eixos pelos quais se irá reger na conceção dos seus novos modelos

‘Dinastia’ que se iniciou com o Divine DS

Há seis anos o Divine DS era uma declação de intenções, com determinados pormenores que apontavam ao universo do luxo, como a Lesage nos bordados ou Swarovski nos cristais. Uma aposta na hiper personalização, com universos que podiam ser configurados ao gosto de cada um.

O requinte e o luxo proseguiu com o E-Tense. Um Gran Turismo que aliava o design, o luxo e o requinte. Uma proposta que apresentava números de um super desportivo com tração 100% elétrica, desenvolvendo uma potência de 402 cv e uma autonomia de 360 km em circuito urbano.

A tecnologia foi sempre um ‘must’, com destaque para a fibra de carbono no chassis, a iluminação Active LED Vision, elementos do painel de bordo e da grelha em impressão 3 D o dispositivo Clean Cabin. Um trabalho artesanal que valeu mesmo ao E-Tense o título de Automóvel Mais Bonito no prémio de elegância Chantily Arts & Elegance Richard Mille.

X E-Tense um condensado de tecnologia

Depois foram ultrapassadas mais barreiras tecnológicas com o X E-Tense. Um ‘concept-car’ que se assumiu como um condensado de formas incríveis, materiais inovadores e equipamentos revoluicionários. Foi apontado para 2035, coincidindo com o 80º aniversário do Citroën DS, que em Portugal mereceu a alcunha de ‘Boca de Sapo’.

Já o DS Aero Sport Lounge reflete elementos de design da marca para um mercado a médio prazo. Combina eficiência e aerodinâmica, com o carácter e a força do design. Possui proporções e design pensados para orientar os fluxos de ar e otimizar os consumos de energia e a performance.

Até as grandes jantes de 23 polegadas foram criadas para assegurar o mínimo atrito, enquanto o interior evidencia uma clara aposta no requinte e na sustentabilidade, com recurso a materiais naturais e reciclados. Os ecrãs tornam-se virtuais, com duas lâminas grandes nas quais se criam formas que parecem estar suspensas, no ar.

E-Tense. Um Grand Turismo que alia luxo, requinte e desportividade

.

0Shares

Em destaque

Subir