Desporto

Djokovic doa um milhão de euros para Sérvia combater pandemia

O tenista sérvio Novak Djokovic, líder do ‘ranking’ mundial, anunciou hoje que fez uma doação de um milhão de euros à Sérvia, para ajudar na luta contra a pandemia da covid-19.

“A nossa doação é destinada à compra de ventiladores, que são indispensáveis para salvar vidas, e para a compra de outros equipamentos sanitários”, disse Djokovic, numa videoconferência organizada pelos seus porta-vozes.

‘Nole’, que tem residência no Mónaco, está atualmente com a sua família em Marbella, Espanha, onde está a respeitar as medidas de isolamento decretadas pelas autoridades locais, garantindo que está a esforçar-se por manter “o espírito positivo” e que está a aproveitar os momentos em família.

Djokovic agradeceu ainda “do fundo do coração” à China pela ajuda que tem dado à Sérvia, onde já foram infetadas cerca de 460 pessoas e morreram sete.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou cerca de 540 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram perto de 25 mil. Dos casos de infeção, pelo menos 112.200 são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

O continente europeu, com mais de 292 mil infetados e quase 16 mil mortos, é aquele onde está a surgir atualmente o maior número de casos, e a Itália é o país do mundo com mais vítimas mortais, com 8.165 mortos em 80.539 casos registados até quinta-feira.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir