Economia

Costa volta a apelar ao empenho dos bancos

O primeiro-ministro voltou a pedir aos bancos que se juntem ao esforço nacional para conter a pandemia de Covid-19, juntando-se “às empresas, às famílias e ao Governo”.

Ao explicar as medidas adotadas hoje em Conselho de Ministros, no âmbito do estado de emergência, António Costa revelou que está “a trabalhar” com o Banco de Portugal e com a Associação Portuguesa de Bancos para que os bancos negoceiam moratórias nos empréstimos, em particular no crédito à habitação.

É uma negociação “para que os bancos possam usar toda a margem de manobra que já lhes foi dada pelo Banco Central Europeu para renegociarem contratos e contribuírem também, como lhes compete, para que possamos vencer estes três meses muito difíceis que temos pela frente”, afirmou.

Esse contributo já está a ser dado por “empresas, famílias e Governo”, alertou ainda o primeiro-ministro.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir