Desporto

Contra-análise de Jesus foi inconclusiva e obriga a novo teste

A contra-análise ao novo coronavírus realizada pelo treinador português Jorge Jesus, técnico do Flamengo, foi inconclusiva, um dia depois de acusado positivo fraco, revelou hoje o campeão brasileiro e sul-americano de futebol.

“O Flamengo informa que a contra-análise realizada pelo técnico Jorge Jesus trouxe resultado inconclusivo para a Covid-19. Por recomendação do laboratório responsável, o treinador fará nova colheita na manhã desta terça-feira. O resultado sairá entre 24 e 48 horas”, lê-se na conta oficial do clube na rede social Instagram.

Na segunda-feira, Jorge Jesus confirmou que o teste realizado ao novo coronavírus “deu positivo” e que vai ficar em quarentena, embora ressalvando sentir-se “uma pessoa completamente normal, sem sintomas nenhuns”.

“É verdade que o meu teste deu positivo, mas também é verdade que me sinto normal. Hoje, sinto-me exatamente como me sentia há um mês, há um ano, há dois, três ou quatro. Sinto-me uma pessoa completamente normal, não vejo sintomas nenhuns, mas é verdade que tive o teste positivo. Vou ficar em quarentena”, revelou o técnico, através de um vídeo divulgado no Instagram.

De acordo com os últimos dados conhecidos, no Brasil registaram-se 234 casos de pessoas infetadas com o novo coronavírus, das quais duas já estão curadas.

O coronavírus responsável pela pandemia da Covid-19 infetou cerca de 170 mil pessoas, das quais 6.850 morreram. Das pessoas infetadas em todo o mundo, mais de 75 mil recuperaram da doença.

O surto começou na China, em dezembro, e espalhou-se por mais de 140 países e territórios, o que levou a Organização Mundial da Saúde a declarar uma situação de pandemia.

Depois da China, que regista a maioria dos casos, a Europa tornou-se o epicentro da pandemia, com quase 60 mil infetados e pelo menos 2.684 mortos, o que levou vários países a adotarem medidas excecionais, incluindo o regime de quarentena e o encerramento de fronteiras.

Em Portugal há 331 pessoas infetadas, segundo o mais recente boletim diário da Direção-Geral da Saúde, tendo-se registado na segunda-feira a primeira morte.

0Shares

Em destaque

Subir