Desporto

Sporting vence Benfica no nacional de andebol a 11 segundos do fim

Os golos dos andebolistas Tiago Rocha e Pedro Valdes deram hoje a vitória ao Sporting frente ao Benfica (30-28), em jogo da terceira jornada da fase regular do campeonato nacional, que estava empatado a 11 segundos do fim.

Com este resultado, os ‘leões’ assumem a liderança isolada do campeonato, com nove pontos, e poderão ser igualados caso o FC Porto vença também hoje o Vitória de Setúbal, num jogo que se realiza no Dragão Caixa.

Os comandados do francês Thierry Anti mostraram superioridade no primeiro tempo, aproveitando bem as lacunas defensivas do Benfica, mas, na segunda parte, viram o Benfica crescer, devendo muito ao guarda-redes Aljosa Cudic, que se ‘agigantou’ nos momentos chave, nomeadamente quando o Benfica jogava com sete jogadores de campo.

Foi necessário esperar seis minutos até que o Benfica fizesse o primeiro golo, já o Sporting somava três, contudo, os comandados de Carlos Resende chegaram à igualdade por intermédio de Nuno Grilo, aos 10 minutos (4-4), adiantando-se no marcador com o golo do reforço dinamarquês Toft Hansen (5-4).

O Sporting ‘arregaçou as mangas’ e voltou ao comando do jogo pouco depois, tendo o francês Fred Bingo, aos 21 minutos, conquistado uma vantagem de cinco golos. O Benfica bem procurou reagir, mas o melhor que conseguiu foi reduzir em um golo a desvantagem ao intervalo: 15-11.

Uma entrada em falso do Sporting permitiu ao Benfica marcar dois golos de rajada, por intermédio de Toft Hansen e Francisco Pereira. Apesar do excelente trabalho do guarda-redes Aljosa Cudic, o Benfica conseguiu colocar-se na condição de vencedor, aos 46 minutos, ainda que por poucos segundos, por intermédio de Petard Djordijic, mas Frankis Carol, recolocou a igualdade no encontro.

O jogo partiu-se, com as duas equipas a procurar converter cada ataque, na maioria das vezes em jogadas de contra-ataque, deixando de lado o ataque organizado e apoiado.

Com a igualdade (26-26) a persistir a cinco minutos do fim, a paragem técnica serviu para as duas equipas acertarem as últimas estratégias para a conquista dos três pontos. O jovem do Sporting Francisco Tavares deu o mote, mas a igualdade mantinha-se e a 11 segundos do fim Tiago Rocha fez o 29-28 para os ‘leões’, contudo, numa jogada de ataque organizado Nuno Grilo perdeu a bola e Pedro Valdês ‘selou’ o resultado dando a vitória ao Sporting: 30-28.

Jogo realizado no Pavilhão n.º 2 do Estádio da Luz, em Lisboa.

Benfica – Sporting, 28-30.

Ao intervalo: 11-15.

Sob a arbitragem de Eurico Nicolau e Ivan Caçador, as equipas alinharam e marcaram:

– Benfica (28): Borco Ristovski, Toft Hansen (4), Carlos Molina, Carlos Martins (1), Nuno Grilo (5), Fábio Vidrago (5), Petar Djordjic (9), Miguel Espinha, Pedro Seabra, João Pais, Kevynn Nyokas (1), Paulo Moreno, Ricardo Pesqueira e Francisco Pereira (3).

Treinador: Carlos Resende.

– Sporting (30): Aljosa Cudic, Pedro Valdês (3), Frankis Carol (7), Carlos Carneiro (1), Fred Bingo (5), Valentin Ghionea (4), Luís Frade (1), Manuel Gaspar, Edmilson Araújo (2), Gonçalo Vieira (4), Tiago Rocha (2), Francisco Tavares (1) e Nemanja Mladenovic.

Treinador: Thierry Anti.

Marcha do marcador: 2-0 (05 minutos), 4-4 (10), 5-7 (15), 6-9 (20), 6-11 (25), 11-15 (intervalo), 14-16 (35), 16-19 (40), 20-20 (45), 22-22 (50), 26-26 (55) e 28-30 (final).

Assistência: Cerca de 1.000 espetadores.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir