Cultura

Cantora de ‘Lambada’ encontrada morta num carro carbonizado (com vídeo)

A cantora brasileira Loalwa Braz Vieira, reconhecida internacionalmente por cantar o hit ‘Chorando se foi’ ou ‘Lambada’, foi encontrada morta num carro carbonizado, nesta quinta-feira. Era a vocalista do grupo Kaoma, que se tornou uma referência na década de 80 com o hit. A cantora vendeu mais de 30 milhões de discos durante a sua carreira. Recorde Loalwa Braz Vieira neste vídeo.

A cantora Loalwa Braz Vieira foi encontrada morta dentro de um carro incendiado em Saquarema, na região dos Lagos, no Rio de Janeiro, segundo informação disponibilizada pela Polícia Militar e pela Polícia Civil.

O site ‘G1’ e a Globo, o comandante do Corpo de Bombeiros, Leonardo Couri, e a sua equipa foram chamadas para combater um incêndio numa residência, que supostamente seria a casa da cantora, mas tal informação não foi confirmada pela polícia. O fogo consumiu o sótão da casa e enquanto a equipa tentava combater as chamas, receberam uma nova chamada.

“Era para conter as chamas que consumiam um carro. Dentro do automóvel a equipa identificou um corpo carbonizado e a perícia foi acionada”, afirmou Leonardo Couri em entrevista ao ‘G1’.

O local onde estava o carro fica próximo à residência da cantora, onde foram vistos dois homens a rondar a zona. No entanto, ainda não existem informações sobre a ligação entre a possível invasão de propriedade e o homicídio.

‘Chorando se foi’ é um dos temas mais célebres de Loalwa. No auge da Lambada, em 1990, o single vendeu mais de cinco milhões de cópias.

A música gerou, no entanto, controvérsia, após acusações de plágio. Antes, já o grupo boliviano Los Kjarkas tinha lançado a música ‘Llorando se Fue’.

Porém, esse tema, no seu original, nada tinha que ver com Lambada, mas seguia os moldes da música folclórica da Bolívia. E muitas bandas fizeram versões do mesmo.

Também graças a ‘Chorando se foi’, Loalwa foi “uma das 20 vozes mais ouvidas no mundo”, de acordo com o Guiness World Records.

Durante a sua carreira, a cantora brasileira vendeu mais de 30 milhões de discos.

35Shares

Mais partilhadas da semana

Subir