Nas Notícias

Bombeiros profissionais manifestam-se em Lisboa em 22 de maio

Os bombeiros profissionais vão manifestar-se em 22 de maio em Lisboa para exigir um regime de aposentação “justo e digno”, anunciaram hoje estruturas representativas da classe, que contestam a proposta do governo apresentada em abril.

A Associação Nacional de Bombeiros Profissionais (ANBP) e o Sindicato Nacional de Bombeiros Profissionais (SNBP) anunciaram hoje uma concentração nacional em frente ao Ministério do Trabalho, seguida de desfile para a Assembleia da República, afirmando que não concordam que os bombeiros apenas possam reformar-se aos 60 anos e 6 meses, “se não quiserem sofrer penalizações”.

Os bombeiros pretendem “tratamento igual ao das outras forças de segurança”, por considerarem que a profissão de bombeiro é igualmente de risco, de desgaste rápido e requer destreza física.

No mesmo dia, será entregue um memorando reivindicativo no parlamento.

Em 23 de abril, os bombeiros profissionais contestaram a proposta do governo sobre as novas regras de aposentação aos 60 anos, mas congratularam-se com o acordo alcançado em relação ao estatuto profissional que vai permitir uma carreia única.

Sobre a proposta de aposentação, a ANPB e o SNBP referiram que não concordam com a reforma aos 60 anos para os bombeiros, nem com as novas regras que o governo quer impor ao propor que sejam colocados em trabalhos administrativos nas corporações aos 55 anos.

A ANBP e o SNBP propõem que os bombeiros passem à pré-reforma aos 55 anos, como acontece com as forças de segurança.

Mais partilhadas da semana

Subir