Nacional

Beauté nega dívidas e justifica fim do salão com aumento da renda

Eduardo Beauté abandonou o salão na Avenida da Liberdade, em Lisboa. O Correio da Manhã avança que o fez por dívidas, mas depois cita o próprio cabeleireiro a revelar que o aumento da renda era “incomportável”.

Há mais de uma década que Beauté trabalhava por conta própria no salão do qual saiu em outubro.

Agora, o cabeleireiro exerce no Instituto Suite, também em Lisboa.

Fonte citada pelo CM, sem identificação, adiantou que Beauté saiu da Avenida da Liberdade por causa de dívidas.

“A renda era muito elevada e não era comportável para o volume de negócios que ele tem neste momento”, justificou essa fonte.

No entanto, o próprio Eduardo Beauté desmente esta versão, em declarações ao mesmo jornal.

“Não devia nada, mas o senhorio queria aumentar a renda para valores incomportáveis e decidi sair”, justificou.

Mais partilhadas da semana

Subir