Nas Notícias

“Beatriz Gomes Dias não aceitou debater comigo porque é uma abécula incompetente”

O ‘boicote’ de Beatriz Gomes Dias a André Ventura, num debate realizado no passado sábado, ainda dá que falar. Para o líder do Chega, a postura da candidata revela “a noção de democracia” do Bloco de Esquerda.

Beatriz Gomes Dias, de origem senegalesa e número três da lista pelo círculo de Lisboa do Bloco de Esquerda às eleições legislativas, não compareceu num debate promovido pela Renascença, na qual participaram ainda Hélder Amaral (CDS) e Catarina Marcelino (PS), por causa da presença de André Ventura.

“Escolhemos não contribuir para a afirmação do discurso do ódio“, esclareceu, à data, o Bloco.

Uma explicação que não convenceu André Ventura.

“Tanto tempo a atacar me na televisão e redes sociais e quando chega o momento… Fogem”, criticou.

“Vai para o ar um programa sobre quotas para ciganos e afrodescendentes e a candidata do Bloco de Esquerda recusou vir ao programa devido à minha presença”, reforçou o líder do Chega, em declarações ao PT Jornal.

“Vergonhoso, a noção que estes senhores têm da democracia é a mesma que Estaline tinha: ou pensam como eu, ou não merecem existir”, satirizou.

“A verdade é que não têm argumentos para debater comigo. É fácil debater em círculo fechado ou com megafone… Contraditório é que é mais difícil. São umas abéculas incompetentes mas não o querem demonstrar”, concluiu André Ventura.

Mais partilhadas da semana

Subir