Desporto

“Bruno de Carvalho não abre os olhos”, lamenta Elsa Judas

Elsa Tiago Judas voltou a atacar elementos da lista de Bruno de Carvalho que não identifica, adiantando apenas que o presidente destituído “não abre os olhos”.

Depois de um post que deixou os seguidores “confusos”, a ex-dirigente repetiu que não aceitou o convite para ser candidata à mesa da Assembleia-Geral porque foi “enganada e traída”.

“Percebi que se aproveitaram da minha boa fé para jogos de poder nos quais não alinho”.

“Perdoem-me não dizer nomes, mas toda a gente percebeu quem”, insistiu.

Ficou, ainda assim, a descrição: “Alguém que tem uma sede insaciável de poder e protagonismo”.

Sem dizer quem, Elsa Judas apenas garantiu não se tratar do ex-presidente que volta a candidatar-se, mesmo estando suspenso.

“Fui traída porque o projeto de cinco anos esta a ser traído e Bruno de Carvalho não abre os olhos”.

“Não apoio a política do vale tudo e do não olhar a meios para atingir fins que certas pessoas que estão ao lado de Bruno adotam e que o vão infelizmente prejudicar”, reiterou.

 

Mais partilhadas da semana

Subir