Social

“Atitudes irrefletidas”: Pedro Teixeira explica condução sob efeito do álcool no Algarve

pedro teixeira

Pela primeira vez, Pedro Teixeira pronunciou-se sobre o facto de ter sido apanhado a conduzir sob o efeito do álcool, no Algarve. Negando ter faltado à apresentação em tribunal, o ator lamentou os “dias” em que, “sem querer”, as pessoas tomam “atitudes irrefletidas”.

Apanhado com álcool ao volante, na manhã de domingo, em Albufeira, Pedro Teixeira quebrou o silêncio sobre o assunto, com uma mensagem nas redes sociais. O ator não se tentou desculpar, assumindo a “responsabilidade acrescida” por ser uma figura pública, optando por tentar enquadrar a situação.

“Há dias em que estamos mais cansados, em que estamos a divertir-nos com os amigos e em que, sem querer, tomamos atitudes irrefletidas. Domingo passado foi um desses dias”, reconheceu Pedro Teixeira.

Na mesma mensagem, o antigo companheiro de Cláudia Vieira lamentou ter dado um mau exemplo: “Tenho plena consciência que enquanto pai devia ter sido mais cuidadoso e que enquanto figura pública tenho uma responsabilidade acrescida, principalmente por ser seguido por milhares de jovens”.

“Aproveito ainda para esclarecer que não faltei ao tribunal na passada segunda feira, o processo está ser tratado através do meu representante legal com a máxima seriedade e responsabilidade”, acrescentou o ator e empresário, numa mensagem que termina com um agradecimento pelo “apoio e, neste caso, compreensão”.

Quando foi apanhado pela GNR, alegadamente devido a uma condução aos ziguezagues, Pedro Teixeira conduzia um Audi A5 de uma empresa de organização de eventos de Odivelas.

O ator, que alegadamente tinha saído da discoteca Seven (Vilamoura) pelas 8h30, foi mandado parar por uma patrulha do Destacamento de Trânsito do Comando da GNR de Faro, tendo acusado 1,42 de gramas por litro de sangue, valor que ultrapassa a taxa (1,2 gramas por litro) considerada crime.

Pedro Teixeira, que em julho abriu um restaurante em Loulé, terá começado por ser cordial no trato com as autoridades, acabando posteriormente por se mostrar perturbado.

1Shares

Em destaque

Subir