Motociclismo

António Maio numa ‘estreia’ muito positiva com a moto do Dakar

António Maio regressou ao Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno utilizando pela primeira vez sem solo nacional a mesma Yamaha com que competiu no Rali Dakar.

O segundo lugar conseguido na Baja TT Capital dos Vinhos de Portugal permitiu ao piloto de Borba tirar boas ilações numa prova que fez como se fosse um teste.

Nas pistas de Reguengos de Monsaraz, que são bem diferentes daquelas que encontrou na América do Sul, Maio pôde tirar bom partido da sua máquina, além de poder rolar com ela no seu Alentejo natal.

“É sempre bom voltar ao Campeonato Nacional. Estava com saudades de andar de mota na zona do Alentejo. Esta é uma prova que me é muito familiar. Tenho aqui bons patrocínios para representar. O prólogo foi algo escorregadio, mas rápido, ao meu gosto”, refere o piloto da Yamaha Fino Motor Racing.

António Maio lembra também: “Venho com a mota de rali, porque é nesta mota que tenho de treinar com o objetivo de disputar o Dakar 2020. Há ainda muito trabalho pela frente na preparação da mota principalmente ao nível das suspensões e motor. Apesar de inicialmente, devido ao peso, ter sentido uma diferença grande, acabei por ficar muito confiante com a mota”.

“O objetivo é habituar-me a ela e ser rápido para continuar a manter um ritmo forte. Foi uma prova positiva e noto que evoluí durante as etapas. Como referi, ainda há muito trabalho a fazer na mota, mas estamos num bom caminho para que a preparação do Dakar de 2020 seja melhor do que a que fiz o ano passado”, acrescenta o piloto de Borda.

António Maio regressa às competições nos dias 8, 9 e 10 de Junho, para disputar a jornada inaugural do Campeonato Nacional de Rally Raid, em Mação.

12Shares

Mais partilhadas da semana

Subir