Nas Notícias

André Ventura quer visitar bebé abandonado no lixo

“Estaremos sempre ao lado das vítimas”, justifica o deputado, que aguarda autorização para visitar o bebé abandonado pela mãe e internado no Hospital Dona Estefânia.

André Ventura pretende fazer uma visita ao bebé que foi abandonado no lixo pela mãe.

O deputado eleito pelo Chega, que agendou a iniciativa para a próxima quarta-feira, aguarda uma autorização, que ainda não tem.

“Ainda não conseguimos. Estamos a estabelecer contactos. Se não conseguirmos autorização para visitar o bebé, visitaremos a instituição onde está”, prometeu, em declarações ao PT Jornal.

Recorde-se que a ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, visitou, na passada sexta-feira, a mãe que abandonou o recém-nascido e que se encontra em prisão preventiva.

A ministra lembrou que a responsabilidade da administração prisional é certificar-se de que estão a ser prestados todos os apoios médicos, psicológico, psiquiátrico, às reclusas e que o caso desta jovem não é exceção.

“Saio daqui confortada com a ideia de que está tudo a funcionar como devia”, salientou Francisca Van Dunem.

A iniciativa que André Ventura quer promover surge como reação:

“A minha visita é para colocar a tónica no lado certo desta história: a vítima e o milagre da sua sobrevivência”.

“É nestes momentos que sobressaem as grandes diferenças entre partidos e projetos políticos: nós estaremos sempre ao lado das vítimas. Sempre do lado certo”, refere ainda o deputado.

André Ventura não aceita que o acusem de politizar o caso. “Quem deveria ser acusado de politizar o caso era a ministra da Justiça, que decide visitar uma mulher que abandonou um bebé no lixo, uma morte quase certa, e que um juiz colocou em prisão preventiva”, salienta.

Recorde-se que a Polícia Judiciária deteve a suspeita, uma mulher de 22 anos. A jovem sem-abrigo abandonou o seu filho recém-nascido num caixote do lixo em Lisboa e está, há mais de uma semana, em prisão preventiva na cadeia de Tires (Cascais), indiciada por tentativa de homicídio.

O recém-nascido “é um bebé saudável”, de acordo com o responsável da unidade de cuidados intensivos neonatais do Hospital Dona Estefânia.

480Shares

Mais partilhadas da semana

Subir