Motores

Álvaro Parente sem sorte em Portland

Não foi fácil o fim de semana de Álvaro Parente em Portland, onde se disputou mais uma prova do Pirelli World Challenge na variante SprintX.

Logo nos treinos começaram as dificuldades técnicas no Bentley Continental GT3 # 9, que surgiu na prova do Oregon totalmente negro, apesar de Álvaro Parente e Andy Soucek conseguirem o quinto lugar na grelha de partida para o primeiro confronto, realizado no sábado.

O piloto português fez o começo da corrida, arrancou bem e estava a pressionar o quarto classificado, mas um problema técnico no Bentley acabou por custar uma saída de pista, que danificou a secção dianteira. Os danos no motor acabaram por impossibilitar a recuperação do carro para a prova de domingo.

“Estávamos rápidos e penso que até poderíamos chegar ao pódio, mas uma questão técnica atirou-me para fora de pista quando negociava um ‘esse’ rápido. Nada pude fazer, fui um mero espectador. Esperávamos chegar aqui e lutar pelo pódio, como temos feito nas últimas corridas e de facto penso que tínhamos andamento para isso”, começou por dizer Álvaro Parente não escondendo a sua desilusão.

“Não tivemos a sorte do nosso lado com problemas técnicos que nos foram prejudicando ao longo de todo o fim-de-semana. A equipa esteve irrepreensível, desdobrando-se para resolver todas as situações. Contudo, não havia como reparar o motor a tempo da segunda corrida. Foi uma pena, mas agora temos de nos concentrar nas próximas corridas e voltar aos bons resultados que, como já demonstrámos, estão ao nosso alcance”, sublinhou ainda o piloto do Porto.

 

Mais partilhadas da semana

Subir