Fórmula 1

Alonso vê a McLaren bem atrás dos Red Bull em Melbourne

A McLaren pode ter trocado de motores passando a usar Renault no lugar de Honda, mas Fernando Alonso não tem dúvidas que a sua equipa estará bem atrás das formações de topo no Grande Prémio da Austrália.

Mercedes, Ferrari e Red Bull parecem fora do alcance da escuderia de Woking no próximo fim de semana em Melbourne, mesmo em comparação com a equipa de Milton-Keynes, que também usa motores da Renault. É mesmo com a Red Bull que Alonso compara a sua equipa, usando-a como referência para dizer que a McLaren está muito atrás neste primeiro Grande Prémio do ano.

“A Red Bull é uma equipa muito forte com super pilotos. Progrediram bastante durante o inverno. Nos ensaios de pré-época tiveram uma grande performance. Se me perguntarem sobre este momento direi que estão muito à nossa frente. Depois o nosso objetivo durante a temporada será aproximar-nos deles, já partilhamos o mesmo motor. A McLaren deverá encurtar a diferença corrida após corrida”, considera o piloto espanhol.

Os testes de Barcelona deram alguns sinais de alerta à McLaren, pelo que Fernando Alonso deveria inquietar-se. Mas o piloto asturiano está convencido que a equipa solucionará todos os problemas que ocorreram durante a pré-temporada: “Perdemos tempo de rodagem, mas não foram problemas graves. Os testes de inverno são um período um pouco bizarro, com duas semanas que se encadeiam, sem a possibilidade real de retificar nada. Estamos totalmente prontos para este fim de semana. Do lado da fiabilidade estamos certos a cem por cento do nosso conjunto. Agora é preciso concentrar-nos na performance”.

Mais partilhadas da semana

Subir