Nas Notícias

“A minha filha chamou por mim antes de morrer”, diz pai de menina que viajava na mala de carro

Terminou de forma trágica o sábado para uma menina de 10 anos que morreu na bagageira de um carro que a mãe conduzia, em Cascais.

De acordo com a ‘Crónica Criminal’ de ‘O Programa da Cristina’, na ‘SIC’, a condutora seguia em sentido contrário na via, com uma taxa de álcool no sangue de 0,50g/l, enquanto que a menina viajava num local que não é próprio para que pessoas sejam transportadas.

Segundo a ‘SIC’, ao contrário do que foi avançado por alguma imprensa, a família não regressava dos festejos do título do Benfica mas, sim, de um fim de semana como outro qualquer.

O marido da condutora estava em casa com outros filhos quando recebeu a notícia.

“A minha filha estava no chão e chamou por mim. Foram as últimas palavras”, disse, visivelmente emocionado Alexandre Santos, em declarações ao programa de Cristina Ferreira, na ‘SIC’.

“A minha esposa cometeu um erro. Como se carrega um ‘fardo’ destes? Não se carrega. Não sei. Ela chamou por mim antes de morrer. Perdemos a nossa filha… o que é que digo aos irmãos?”, desabafou.

Além da criança, um adolescente, de 13 anos, também seguia no mesmo local por falta de espaço no habitáculo do veículo e ficou com ferimentos graves.

O carro acabou por chocar com um outro, resultando ainda vários feridos, na estrada municipal 589, perto da Sociedade de Manique, em Cascais.

A mãe da criança deverá ser presente a tribunal para responder por este acidente e ser-lhe aplicada eventuais medidas de coação.

Mais partilhadas da semana

Subir