Hoje é dia

21 de fevereiro, começa o julgamento de Joana d’Arc

Corria o ano de 1431 quando, a 21 de fevereiro, começa o julgamento de Joana d’Arc, mártir francesa que viria a ser queimada viva, a 30 de maio do mesmo ano, com 19 anos, acusada da prática de feitiçaria. A mulher que dizia receber ordens divinas foi calada, na tentativa de libertar França do domínio inglês, na Guerra dos Cem Anos.

Vinte e um de fevereiro é dia de recordar Joana d’Arc, uma mulher que, movida pela fé, contribuiu decisivamente para alterar o rumo da Guerra dos Cem Anos, entre França e Inglaterra. Nascida a 6 de janeiro de 1412, filha de camponeses, desde logo se distinguiu pela devoção a Deus.

Aos 13 anos, declarou que conseguia ouvir a voz de Deus, a mesma voz que a ordenou que libertasse a cidade de Orleães do poder de Inglaterra.

França estava nas mãos dos britânicos e a patriota Joana d’Arc transmitiu ao rei a ordem que divina que recebera.

Mas, o destino desta jovem foi fatal. O seu poder transformou-se em sentença de morte. A 21 de fevereiro teve início o seu julgamento, sendo que a mártir francesa viria a ser queimada viva, em 1431.

A 21 de fevereiro de 1804, assinala-se também a viagem da primeira locomotiva a vapor, no País de Gales. Em 1848, publica-se o Manifesto Comunista e em 1925 é lançada a revista ‘The New Yorker’.

Na Ciência, Francis Crick e James Watson descobrem a estrutura da molécula de ADN, a 21 de fevereiro de 1953. Trata-se de um feito notável, que mantém atualidade.

Em Cuba, no ano de 1960, Fidel Castro nacionaliza todas as empresas e exatamente cinco anos mais tarde Malcolm X é assassinado, no momento em que iniciava um discurso no Audubon Ballroom, em Nova Iorque.

Richard Nixon, presidente dos EUA, visita a República Popular da China em 1972, para normalizar as relações entre os dois países.

Nesse mesmo ano, também a 21 de fevereiro, a nave espacial soviética Luna 20 chega à Lua, sem tripulação, e em 1976 Portugal reconhece oficialmente a República Popular de Angola.

Nasceram neste dia Isabel de Portugal, duquesa de Borgonha (1397), Pedro III da Rússia, czar e marido de Catarina, a Grande (1728), e Carl Peter Henrik Dam, bioquímico dinamarquês, Nobel de Fisiologia/Medicina (1895).

Nasceram ainda Robert Mugabe, presidente do Zimbábue (1924), Hubert de Givenchy, estilista francesa (1927), Christopher Atkins, ator norte-americano (1961), e William Baldwin, ator norte-americano (1963).

Morreram a 21 de fevereiro o Papa Júlio II (1513), Papa Bento XIII (1730), Afonso de Bragança (1920), e Michail Sholokhov, escritor russo, Nobel de Literatura (1984).

Assinala-se hoje o Dia Internacional da Língua Materna (UNESCO).

Mais partilhadas da semana

Subir