Motores

Tiago Monteiro fala do acidente que sofreu em Barcelona

Tiago Monteiro falou finalmente do seu acidente nos testes de Barcelona, ocorrido a 6 de setembro, quando ensaiava o seu Honda Civic WTCC para as derradeiras provas do Campeonato do Mundo de Carros de Turismo. O piloto português sofreu uma violenta saída de pista que o fez ser transportado ao hospital, felizmente sem graves consequências.

O piloto regressou posteriormente a Portugal onde prosseguiu a sua recuperação e pôde agora dizer algo sobre o que se recorda do acidente.

Tiago Monteiro nunca tinha sofrido um despiste tão violento, e classificou-o como “o mais doloroso” da sua carreira desportiva, que já leva duas décadas.

Tiago afirma que não se lembra muito bem de como tudo se passou, mas mesmo assim recorda-se que ocorreu perto das 18h00 locais (17h00 em Portugal): “Ao chegar ao final da reta da meta não senti qualquer resposta no pedal do travão. Tive um problema técnico, naquele que é certamente o ponto de travagem mais importante do circuito. Foi uma sensação bizarra. O corpo não espera uma desaceleração quando se carrega nos travões, mas não houve resposta”.

O despiste de Tiago Monteiro deu-se a 255 km/h, e pelo menos o piloto teve o reflexo de embater no interior da curva de modo a evitar o muro que estava à sua frente. “Infelizmente o carro fez ricochete passando pela relva do interior da curva, mais lateralmente. Passei muitos G, mas infelizmente deu-se o salto de coelho que me fez sofrer. Todo o flanco direito domeu corpo ficou igualmente dorido”, explica Monteiro.

O piloto do Porto diz que só se lembra praticamente do que sucedeu depois: “Quando percebi que iria bater no muro protegi-me, mas não me lembro mais do impacto. Lembro-me do meu choque contra os ralis no Nordeschleife (Nurburgring), e quando isso aconteceu estava KO”.


Patrocinado

Newsletters PT Jornal

Selecione as newsletters

Mais partilhadas da semana

Subir