Desporto

Sérgio Conceição responde ao selecionador do México: “Devia era agradecer ao FC Porto”

Sérgio Conceição não gostou dos ‘avisos’ de Juan Carlos Osorio quanto à pouca utilização de Diego Reyes e Miguel Layún. “Ficava-lhe melhor dizer obrigado ao FC Porto”, respondeu o técnico, lembrando o impacto de três dragões no último jogo do México.

“No caso concreto de Reyes estamos a insistir muito com ele, prestando-lhe um serviço através de um programa individual que maximize as suas capacidades, mas oxalá comece a jogar mais nos próximos meses”, tinha afirmado o selecionador do México, abordando também a escassa utilização de Layún.

“Isso é absolutamente ridículo”, reagiu Sérgio Conceição, quando confrontado com as declarações de Juan Carlos Osorio: “Não se pode é esquecer de que, no jogo em que os quatro mexicanos jogaram, o Corona foi o melhor em campo, o Layún fez um assistência e o Herrera marcou um golo. Ele devia era agradecer ao FC Porto por lhes darmos estes jogadores nestas condições”.

“Não sei com que intuito é que ele disse isso”, acrescentou o treinador do FC Porto, esperando que a resposta chegue ao selecionador mexicano: “A imprensa do México pode pegar nas minhas palavras à vontade, não há problema”.

Na antevisão ao jogo de amanhã com o Lusitano, a contar para a Taça de Portugal, Sérgio Conceição expressou ainda a satisfação com a renovação de Aboubakar. “Era uma das prioridades do clube, renovar com um jogador que tem potencial e que pode ser muito útil no presente e no futuro”, justificou.

Sobre o jogo em si, o treinador do FC Porto não espera facilidades perante uma equipa… dos distritais: “Os jogos da Taça são perigosos porque há uma motivação muito grande do adversário. Vamos ter que ser muito sérios para conseguirmos vencer. Podem pensar que quem joga com o Lusitano ou com equipas da distrital tem a vida facilitada, mas não”.


Patrocinado

Newsletters PT Jornal

O que quer receber?

Mais partilhadas da semana

Subir