Internacional

Madonna suspeita de ter motivado desvio em voo da TAP

Um voo da TAP entre Londres e Lisboa fez um desvio, aterrando no Aeroporto Francisco Sá Carneiro, a 28 de novembro. Terá sido para deixar Madonna no Porto?

O caso só agora foi revelado pela Airlive, que apresentou os dois motivos apresentados pela transportadora brasileira para o desvio do voo #TP359.

Primeiro, a TAP justificou a aterragem no Porto com uma necessidade de reabastecimento. Depois, avançou com condições de baixa visibilidade, quando se soube que o avião esteve cerca de 30 minutos a sobrevoar o aeroporto Humberto Delgado (Lisboa).

No entanto, as condições indicadas pelo aeroporto de Lisboa à Airlive (vento de nove nós e aguaceiros ligeiros) não eram impeditivas de uma aterragem em segurança.

O verdadeiro motivo para o desvio do voo terá sido outro: Madonna.

Segundo alguns jornais britânicos, a ‘rainha da pop’ terá sido avistada a falar com os hospedeiros, logo após o avião ter aterrado no Aeroporto Francisco Sá Carneiro.

Pela mesma altura, a assistente pessoal da artista desdobrava-se em telefonemas.

Um passageiro, citado sem identificação, acrescentou ter visto Madonna a descer do avião e, de seguida, a entrar num autocarro de serviço.

Face ao desvio, o voo chegou a Lisboa com duas horas de atraso.

A revista Sábado questionou a TAP sobre um eventual pedido feito por Madonna para o desvio, mas a transportadora brasileira terá alegado já não ter os dados desse voo.

Mais partilhadas da semana

Subir