Europa

Itália chocada com selfie “bárbara” e “macabra”

Itália está em ‘estado de choque’ depois de um jovem ter tirado uma selfie “macabra e de mau gosto”, tendo como pano de fundo uma mulher que tinha acabado de ser atingida por um comboio. O momento da fotografia foi captado por um jornalista.

“Uma selfie macabra, de mau gosto, que indigna Piacenza e toda a Itália”. É desta forma que o incidente é retratado na imprensa daquele país, onde a atitude do jovem tem gerado imensa revolta.

Uma mulher tinha sido atropelada pelo comboio, estando a receber assistência sobre a linha férrea. O acidente obrigou-a a amputar a perna, mas o episódio “macabro” não é este.

Enquanto a vítima era assistida, um jovem decidiu registar o momento com uma selfie onde, além da infelicidade da escolha, ainda simboliza a letra V com dois dedos, normalmente designada de “vitória”.

A situação foi presenciada por algumas pessoas, entre as quais um jornalista.

O jornalista captou o momento da selfie, divulgando-a nas redes e denunciando a atitude do jovem. Do outro lado, um agente da polícia obrigou-o a apagar imediatamente todas as fotografias que tinham sido tiradas.

“Parece que não pode ser tratado como um crime, mas o gesto macabro permanece. Uma perna foi amputada pela mulher. Não é apenas uma feira de imbecilidade. É a representação da cultura da ostentação, baseada em ‘likes’ a todo a custo, mesmo sem situações de drama e tragédia. Um voyerurismo perverso e desrespeitoso com os cânones da decência e da dignidade humana. Tal fenomenologia deveria ser proibida nas redes sociais porque contribuiu para um deficit educacional”, atirou Rinaldo Sidoli, chefe do centro de estudo do Movimento Animal, que deu conta do incidente nas redes sociais.

De acordo com a imprensa italiana, será difícil considerar o sucedido como um crime, mas o caso está a ser examinado pelas autoridades.

Veja a imagem captada pelo jornalista.

Mais partilhadas da semana

Subir