EUA

Homem detido com 18 milhões de euros debaixo do colchão… e não era poupança

Um cidadão brasileiro foi capturado pelas autoridades com 20 milhões de dólares escondidos debaixo de um colchão. A polícia suspeita que esteve envolvido num esquema de fraude que lesou milhares de pessoas, incluindo portugueses.

Cléber Rene Rizério Rocha foi detido no início do mês com 20 milhões de dólares, cerca de 18,6 milhões de euros, que estavam escondidos debaixo de um colchão. A justiça norte-americana sentenciou-o a prisão preventiva, sem direito a caução.

O brasileiro foi detido num apartamento no estado de Massachusetts, nos Estados Unidos, por suspeita de conspiração de lavagem de dinheiro, num caso relacionado com a investigação da Telexfree.

Esta empresa era promovida como uma empresa de internet e telecomunicações. No entanto, a Telexfree não passava de um esquema de pirâmide financeira, segundo investigadores citados pelo portal de notícias UOL.

Cléber Rocha estava no Estados Unidos para tentar recuperar parte do dinheiro que pertencia a Carlos Wanzeler, cofundador da Telexfree, que fugiu para o Brasil em 2014.

A empresa e o seu esquema duraram cerca de dois anos, entre janeiro de 2012 e março de 2014, tendo lesado cerca de 950 mil pessoas em todo o mundo, num montante estimado de 1,57 mil milhões de euros.

No caso português, as perdas são superiores a 50 milhões de euros, pelo que a maior parte do dinheiro aplicado foi por residentes na ilha da Madeira, segundo noticia a Rádio Renascença.

Mais partilhadas da semana

Subir