Nas Notícias

Felícia cita escuta entre socialistas: “Já só temos dois anos para mamar”

A jornalista Felícia Cabrita esteve no ‘Inferno’, do Canal Q, e recuou aos casos Face Oculta e Freeport, para recordar escutas que a marcaram. “Há uma, entre dois políticos, em que um diz ‘já só temos dois anos para mamar”, lembra. Esta conversa terá surgido “numa altura em que muita gente no PS previa o fim” do poder. Veja o vídeo.

Numa entrevista a Aurélio Gomes, no ‘Inferno’, os autores do livro ‘Caso Sócrates – o julgamento do regime’, os jornalistas Felícia Cabrita e Joaquim Vieira, recordaram os mediáticos processos que colocaram o poder em xeque.

“Se nos lembrarmos de casos como a Face Oculta ou o Freeport, ficamos com a noção de que a realidade política é assustadora”, lembra Felícia Cabrita.

A jornalista destaca uma conversa que surge, segundo a própria, numa altura em que “muita gente no PS previa o fim” do poder.

“Há escutas que me marcaram profundamente. Na Face Oculta, há uma entre dois políticos, em que um diz ‘já só temos dois anos para mamar’”.

José Sócrates era o primeiro-ministro, mas nem estava sequer entre os arguidos do Face Oculta, todos eles condenados. Mas é citado por Felícia Cabrita, por ser uma figura central nos dois processos.

“Há uma frase fatal, quando o Ministério Público na acusação diz – e é uma farpa mortal para qualquer político – que José Sócrates chegou ao poder em 2015 com um plano de enriquecimento pessoal. E esta realidade é assustadora”.

Veja o vídeo.

Receba esta e outras notícias virais no seu e-mail todos os dias!


Newsletters PT Jornal

O que quer receber?

Mais partilhadas da semana

Subir