Hoje é dia

8 de fevereiro, o navio-escola Sagres é incorporado na Marinha Portuguesa

O dia 8 de fevereiro assinala mais um aniversário do navio-escola Sagres, uma embarcação com história, ao serviço da Marinha Portuguesa.

O ‘Embaixador Itinerante’ foi construído nos estaleiros da Blohm & Voss, em Hamburgo e já percorreu uma distância equivalente a três voltas ao mundo.

O navio-escola Sagres, que já se chamou ‘Albert Leo Schlageter’ e ‘Guanabara’, foi adquirido pela Marinha portuguesa em 1961, para dar lugar à antiga ‘Sagres’, que não dispunha de condições para prosseguir as viagens de instrução programadas.

Portugal investiu 150 mil dólares no Sagres, que herdou símbolos e o próprio nome, navegando, desde então, por 60 países, numa distância equivalente a três voltas ao mundo.

A 8 de fevereiro de 1962, içou a bandeira nacional pela primeira vez.

Foi também a 8 de fevereiro, mas em 1725, que morre Pedro O Grande, o que transporta Catarina I da Rússia para o trono. Em 1919, decorre a viagem aérea turística, com um avião adaptado a fazer a travessia entre Paris e Londres, com 12 passageiros a bordo.

Cinco anos mais tarde, nos EUA, aplica-se a pena de morte com recurso a gás. Pela primeira vez, naquele país, é usado gás na pena de morte. D. A. Turner é executado.

Em 1945, durante a II Guerra Mundial, aviões norte-americanos bombardeiam Dresden, na Alemanha, provocando a morte a cerca de 135 mil pessoas.

Já no ano de 1953, é criado o Exército Popular da Coreia do Norte. Também a 8 de fevereiro, mas em 1971, é criado o NASDAQ, índice da bolsa de valores norte-americano.

Em 2002, encerram-se as comportas da barragem do Alqueva e dois anos mais tarde George W. Bush admite que Saddam Hussein não tinha quaisquer armas de destruição maciça, ao contrário do que garantira o então Presidente dos EUA, antes da intervenção no Iraque.

Nasceram neste dia Rei Afonso IV de Portugal (1291), Júlio Verne, escritor francês (1828), Dmitri Mendeleiev, químico russo criador da tabela periódica (1834). James Dean, ator norte-americano (1931), Toni Morrison, escritora norte-americana Prémio Nobel (1931), e Nick Nolte, ator norte-americano (1941).

Morreram a 8 de fevereiro Pedro I da Rússia, czar russo (1725), Júlio de Castilho, jornalista, poeta, escritor e político português (1919), e Francisco d’Andrade, barítono português (1921).

Mais partilhadas da semana

Subir