Hoje é dia

7 de março, James Watson e Francis Crick decifram a estrutura do ADN

No dia 7 de março de 1953, o norte-americano James Watson e o britânico Francis Crick decifram a estrutura da molécula de ADN, abrindo caminhos ilimitados no campo da genética. Hoje, assinalam-se as mortes de Aristóteles, filósofo grego, Tomás de Aquino, filósofo italiano, e Maria de Aragão e Castela, Rainha de Portugal.

A estrutura da molécula de ADN foi descoberta por James Watson e Francis Crick, no dia 7 de março de 1953. Essa investigação permitiu criar as bases para a compreensão da genética humana e a transmissão das características hereditárias. A descoberta de Watson e Crick permitiu-lhes conquistar um Prémio Nobel de Fisiologia/Medicina, em 1962.

No entanto, mais do que uma distinção pessoal notável, esse trabalho representa um grande avanço nesta área da ciência.

Hoje é dia de recordar James Watson e Francis Crick, mas também de assinalar outros factos históricos.

Neste dia, no ano de 321, o imperador romano Constantino I decreta que o ‘dies Solis’, o dia do sol, consagrando domingo como dia de descanso no Império.

Também a 7 de março, em 1553, Luís de Camões, preso após uma luta de espadas, em junho de 1552, recebe uma carta de perdão e recupera a liberdade. Em 1808, dá-se a chegada da Família Real Portuguesa ao Rio de Janeiro.

Já no ano de 1876, Alexander Graham Bell patenteia o telefone. Em 1957, dá-se a primeira transmissão em direto da RTP, que inicia as emissões regulares. Também a 7 de março, mas em 1980, começam as emissões regulares a cores do canal público.

Golda Meir torna-se, a 7 de março de 1969, a primeira mulher a ocupar o cargo de primeiro-ministro de Israel.

E Nelson Mandela, líder do Congresso Nacional Africano, rejeita em 1994 uma proposta de cidadãos brancos de extrema direita, que queriam dividir a África do Sul. Dois anos mais tarde, forma-se o primeiro parlamento eleito democraticamente na Palestina.

Nasceram neste dia Públio Sétimo Geta, imperador romano (189), Papa Clemente XIII (1693), André Morellet, economista e escritor francês (1727), Nicéphore Niépce, inventor francês (1765), Alessandro Manzoni, escritor e poeta italiano (1785), Antoine César Becquerel, físico francês (1788), Edwin Landseer, pintor e escultor britânico (1802), Antony Armstrong-Jones, fotógrafo britânico (1930), Ivan Lendl, tenista checo (1960), e Rachel Weisz, atriz britânica (1971).

Morreram a 7 de março Aristóteles, filósofo grego (322 aC), Tomás de Aquino, filósofo italiano (1274), Maria de Aragão e Castela, Rainha de Portugal (1517), Guilherme IV da Baviera, nobre alemão (1550), e Francisco de São Jerónimo, religioso português (1721).

Mais partilhadas da semana

Subir