Histórias da Bola

2 Equipas, 22 Jogos: O campeonato de futebol mais pequeno do mundo

isle_of_scilly_1Por Portugal muito se discute se o campeonato português deve ter 16, 18 ou 20 equipas.

Outros afirmam que a liga deveria ser dividida em duas, estilo Futsal, com uma fase final entre as equipas mais fortes.

Se é daqueles que está no meio desta discussão, fique a saber que pelo mundo fora há quem se contente com um campeonato muito mais pequeno que o nosso.

Fique então a conhecer a Isles of Scilly Football League, a liga de futebol das Ilhas Scilly.

Comecemos pela parte geográfica.

As Ilhas Scilly fazem parte do Reino Unido. Estão localizadas a sudoeste da península da Cornualha. Têm uma área de cerca de 16 quilómetros quadrados e uma população de 2280 habitantes.

Pode dizer-se que são poucos mas bons. Embora seja uma ‘terra’ pequena, o gosto pelo futebol é igualmente enorme.

Como em toda a parte do mundo, nas Ilhas Scilly existe também uma rivalidade entre clubes, que neste caso são apenas… dois!

Isso mesmo. A Liga de Futebol das Ilhas Scilly é apenas disputada entre dois clubes – Os Garrison Gunners e os Woolpack Wanderers.

O campeonato inicia-se em novembro e termina em março. Pelo meio, sempre ao domingo, as duas equipas fazem 17 jogos, sempre uma contra a outra, claro.

Estádio? Só um, chega e sobra. Todas as partidas jogam-se no Garrison Field (imagem abaixo). É a casa dos Garrison Gunners e dos Woolpack Wanderers.

Garrison Field

Mas não é só, aquela gente leva mesmo o futebol muito a sério.

Em vez de uma, há duas Taças – a Wholesalers Cup e a Foredeck Cup, ambas disputadas a duas mãos. E Supertaça, a Charity Shield, que é o primeiro jogo oficial da época.

Ao todo são 22 jogos, 4 meses de futebol total. No final fazem-se as contas às vitórias, empates e derrotas e encontra-se o campeão. Sabe-se, à partida, que o título ou vai para os Garrison Gunners ou para os Woolpack Wanderers, as duas equipas que dominam, há anos, o futebol daquela região.

Mas calma, ainda há mais.

No Boxing Day há um jogo especial – Jogadores Velhos vs Jogadores Novos, a fazer lembrar um pouco o tão famoso ‘solteiros contra casados’.

História

Tudo começou em 1920. Na altura existia a Lyonnesse Inter-Island Cup, uma competição entre cinco ilhas – St Mary’s, Tresco, St. Martins, Bryher e St. Agnes. Com o passar dos anos apenas dois clubes sobreviveram, os Rangers e os Rovers. Em 1984, ambos viriam a trocar de nome, precisamente para Garrison Gunners e Woolpack Wanderers.

Dias contados

O futuro da liga mais pequena do mundo pode estar no entanto comprometido. Nas Ilhas Scilly o sistema de educação não tem Sixth form. Trata-se do termo britânico para aquilo que em Portugal representa o 11º e 12º anos de escolaridade.

Ou seja, para continuarem os estudos após os 16 anos, os jovens ali nascidos têm de abandonar a ilha. Depois, os elevados preços das habitações impedem-nos de regressar a casa. Acabam logicamente por fazer vida fora e só regressam já com alguma idade.

Com isto, o futebol daquela região está a envelhecer. Segundo Howard Cole, secretário da liga e que, curiosamente, é também o árbitro dos jogos, afirma que a média de idades atualmente ronda os 35 anos, tanto nos Garrison Gunners como nos Woolpack Wanderers.

Outras curiosidades

A Isle of Scilly Football League candidatou-se ao Livro dos Recordes do Guinness para se tornar oficialmente o campeonato mais pequeno do mundo. O recorde ainda não foi declarado.

Em 2008, aquando da organização do Campeonato Europeu de Futebol, realizado em conjunto por Áustria e Suiça, a Adidas criou o projeto ‘Dream Big’. A marca fez campanhas em várias regiões do globo, dando destaque a pequenas localidades apaixonadas por futebol. Além de Andorra e San Marino, as Ilhas Scilly também mereceram grande destaque.

Nessa altura, jogadores como Kaká, Messi, Gerrard ou Beckham visitaram a ilha, de forma a inspirarem e incentivarem jogadores e treinadores para a prática e importância do futebol.

A campanha deu lugar a um pequeno filme e vários anúncios publicitários. Veja um desses de seguida:

Pegando no exemplo das Ilhas Scilly e naquilo que o futebol representa para aquela região, o slogan da Adidas diz tudo: Impossible is Nothing (Nada é impossível).

Histórias da Bola é uma rubrica PT Jornal onde são contadas as mais incríveis e fascinantes histórias do mundo do futebol. Veja outras aqui.

Mais partilhadas da semana

Subir