Fórmula 1

Williams com motores Mercedes até 2025

A equipa Williams de Fórmula 1 vai utilizar motores Mercedes até 2025, anunciou a equipa depois de também ter renovado o contrato com o seu principal patrocinador, a Rokit.

Não obstante ocupar a última posição no campeonato do Mundo de construtor, graças a um ponto conseguido por Robert Kubica, a formação de Grove irá continuar a receber propulsores da marca de Estugarda mas fabricados em Brixworth, no Reino Unido.

Mas a Williams continuará a ser referência em termos de engenharia, pois continuará a fabricar a transmissão do seu monolugar ‘em casa’, sendo que a ligação com a Mercedes entra no seu sexto ano em termos das atuais unidades motrizes atuais – V6 Turbo híbridas, sendo que entre 2014 e 2017 alcançou 15 pódios.

“Estamos contentes por prolongar a nossa associação ao motor Mercedes-Benz e estamos convencidos que vão continuar a fornecer-nos um propulsor de boa performance a partir de 2021”, reagiu Clarie Willliams.

Já Andy Cowell, chefe do departamento da Merceds AMG High Performance Powertrains, disse que “construir relações de longa duração é um dos pilares” da abordagem da estrutura de Brixworth “à F1 na era híbrida e uma parceria exemplar depois de 2014”.

“A Williams é uma equipa emblemática e nós estamos empenhados em contar coom ela no seio da família Mercedes”, referiu por sua vez Toto Wolff, responsável desportivo da Mercedes e líder da equipa oficial da marca alemã.

2Shares

Mais partilhadas da semana

Subir