Mundo

Sismo de magnitude 6,1 abala Afeganistão e Paquistão

Um terramoto de magnitude 6,1 abalou hoje o Afeganistão e o Paquistão, anunciou o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS).

O epicentro do sismo foi localizado a 51 quilómetros a sudoeste de Jurm, no norte do Afeganistão, e a sua profundidade é de mais de 200 quilómetros, indicou o observatório norte-americano.

Os habitantes de Cabul e Islamabad saíram para as duas devido a dois tremores rápidos sentidos, mas ainda não foram registados danos.

O tremor de terra foi sentido até Nova Deli, a capital indiana, segundo habitantes desta cidade, enquanto em Lahore, no leste do Paquistão, pessoas em pânico abandonaram as suas viaturas.

O epicentro do sismo encontra-se numa zona montanhosa isolada e pouco povoada da província de Badakhshan, no nordeste do Afeganistão.

O USGS prevê que existe “uma fraca probabilidade de perdas humanas e danos” devido ao tremor de terra.

O norte do Afeganistão e o Paquistão são frequentemente abalados por sismos, nomeadamente à volta da cordilheira do Hindu Kush, onde colidem as placas tectónicas euro-asiática e indiana.

A 24 de setembro, um sismo de magnitude 5,2 causou pelo menos 22 mortos e mais de 300 feridos na parte de Caxemira controlada pelo Paquistão, danificando habitações e infraestruturas nesta zona dos Himalaias.

A 08 de outubro de 2005, um terramoto de magnitude 7,6 na Caxemira paquistanesa matou mais de 73.000 pessoas e deixou cerca de 3,5 milhões sem casa.

Dez anos mais tarde, em outubro de 2015, um sismo de magnitude 7,5 causou perto de 400 mortos no Paquistão e no Afeganistão, destruindo edifícios num terreno acidentado que atrasou as operações de socorro.

A 09 de maio de 2018 foi igualmente registado um sismo de magnitude 6,2 no norte do Afeganistão, sentido em Islamabad e Duchanbé, as capitais do Paquistão e do Tajiquistão, a centenas de quilómetros do epicentro, mas sem causar grandes danos.

0Shares

Em destaque

Subir