Economia

PT e EPAL celebram parceria para promover smart cities mais sustentáveis

PT_EPAL_900Parceria é materializada através de soluções da Portugal Telecom (PT) e a Empresa Portuguesa de Águas Livres (EPAL), para aumento de eficiência do ciclo urbano da água, em nome do bem-estar dos cidadãos, um dos princípios base do conceito de Smart City.

As duas entidades celebram hoje uma parceria tecnológica, no âmbito da qual se propõem definir um portefólio de serviços e produtos e criar uma abordagem comercial comum.

Este acordo materializa-se desde logo através da promoção de soluções 100 por cento desenvolvidas pela PT e a EPAL para a otimização do ciclo urbano da água, visando criar um sistema de gestão coerente, com vista a poupanças significativas nas redes de distribuição e à monitorização remota do consumo da água.

Sendo a água um bem escasso, aquelas entidades procuram com esta parceria contribuir para colocar a tecnologia e em particular o recurso da água ao serviço da gestão municipal, dentro e fora do país, numa perspetiva integrada e estratégica de desenvolvimento socioeconómico das cidades e de promoção do debate informado e esclarecedor sobre as Smart Cities.

O que são as Smart Cities?

As cidades são a forma de organização mais resiliente e bem-sucedida desenvolvida pelo ser humano, revelando a configuração da sua ocupação um indício do desenvolvimento socioeconómico dos países.

A nível internacional, estima-se que as cidades sejam responsáveis por 90 por cento do crescimento da população mundial. Em Portugal, em 2014, mais de 60 por cento da população portuguesa vivia em cidades, sendo que dessa percentagem mais de 30 por cento distribui-se entre Lisboa e Porto.

O crescimento acentuado da população, aliado à escassez dos recursos, exige que o desenvolvimento urbano decorra de forma sustentada, daí a importância da tecnologia, que pode assumir um papel decisivo no sucesso das cidades.

O conceito de cidades inteligentes traduz, aliás, a convicção de que a tecnologia é central no desenvolvimento citadino, daí a importância de incorporar na cidade soluções tecnológicas desde a sua génese.

As tecnologias permitem aos municípios serem mais eficientes, produtivos, competitivos, transparentes e plurais, traduzindo-se num aumento do bem-estar das populações e na capacitação para atrair investimentos e pessoas.

2Shares

Mais partilhadas da semana

Subir