Mundo

Protestos contra racismo vão originar surtos de covid-19, avisa Jerome Adams

O principal responsável pelo sistema de saúde dos EUA, Jerome Adams, antecipa uma ‘explosão’ de surtos de covid-19 devido aos muitos protestos pela morte de George Floyd.

Com o país ‘a ferro e fogo’ devido ao racismo nas forças policiais, Jerome Adams salientou que as múltiplas manifestações e protestos facilitam o contágio.

“Tendo em conta a forma como a doença se propaga, temos todas as razões para esperar novos clusters e novos surtos”, avisou o especialista, numa entrevista ao Politico.

Salientando a preocupação com “o racismo individual e institucional”, até pelas “consequências para a saúde pública”, Jerome Adams insistiu que as manifestações são “prejudiciais para os próprios manifestantes e para as suas comunidades”.

“Entendemos a revolta, mas esperamos que as pessoas encontrem uma forma de a canalizar para que possamos recuperar da covid-19 e relançar a economia após o confinamento”, concluiu o principal responsável pela saúde pública dos EUA.

O país é palco, há vários dias, de muitas manifestações de revolta pela morte do afroamericano George Floyd, asfixiado por um polícia caucasiano, em Minneapolis.

0Shares

Em destaque

Subir