Nas Notícias

Proteção Civil registou 109 emergências pré-hospitalares no Santuário de Fátima

A Proteção Civil registou 887 assistências durante os dois dias de peregrinação internacional ao Santuário de Fátima, das quais resultaram 109 emergências pré-hospitalares, informou hoje o Comandante Distrital de Santarém.

“Registámos, até ao momento, 887 assistências, das quais 109 foram emergências pré-hospitalares”, disse à agência Lusa o comandante distrital de operações de socorro de Santarém, Mário Silvestre, referindo que o dispositivo deverá continuar em funcionamento até cerca das 18:00.

Das emergências pré-hospitalares registadas no Santuário de Fátima, houve 15 encaminhamentos para hospitais de referência, nomeadamente os de Leiria e Abrantes, acrescentou.

Segundo Mário Silvestre, registaram-se situações “de toda a ordem, desde trauma a enfarte”.

O comandante distrital apela agora aos peregrinos que estão a sair da Cova da Iria “para fazerem uma condução segura até casa”.

Questionado pela agência Lusa, o comandante do Destacamento Territorial de Tomar da GNR, Tiago Delgado, referiu que “a operação correu muito bem”.

“Não tivemos nenhuma ocorrência preocupante”, assegurou, contabilizando, até ao momento, cinco acidentes de viação, um dos quais com um ferido ligeiro, três furtos, uma passagem de nota falsa, uma identificação por venda ambulante e um roubo por esticão.

De acordo com Tiago Delgado, nem no domingo nem hoje houve trânsito congestionado, apesar de ter fluído de forma lenta hoje, depois de almoço, nos acessos de saída de Fátima.

De acordo com estimativas do gabinete de comunicação do Santuário de Fátima, cerca de 200 mil peregrinos estiveram hoje presentes no último dia da peregrinação internacional de maio.

A peregrinação internacional de maio, que decorreu 102 anos após os acontecimentos da Cova da Iria e dois anos após a visita do Papa Francisco, foi presidida pelo cardeal filipino e presidente da Cáritas Internacional, Luis Antonio Tagle.

Mais partilhadas da semana

Subir