Motores

Peugeot segue “com interesse” as novidades no ‘Mundial’ de Resistência

Pela voz do seu diretor desportivo, a Peugeot mostrou-se satisfeita com as novidades anunciadas para o Campeonato do Mundo de Resistência (WEC).

As novidades referentes às novas categorias LM Hybrid e LMDh, e a convergência de regras entre os promotores do WEC (ACO) e a IMSA, terão agradado à PSA, a ter em conta a reação de Jean-Marc Finot.

“Temos seguido com interesse o o regulamento de LMDh e a convergência deste regulamento com o de LMH. Ficamos satisfeitos com o anúncio do ACO/IMSA/WEC, em particular que sejam confirmados os pontos técnicos ligados ao BoP, que garantem uma equidade desportiva entre as duas categorias”, salientou o diretor desportivo do construtor francês.

Finot também destaca a “convergência do regulamento em parâmetros de massa, potência e aerodinâmica comuns, necessária para que” seja atingidos os objetivos, reiterando por outro lado que “será necessário assegurar a utilização de apenas dois túneis de vento de referência”, pois assim não há “uma distorção do balanço de performance”.

Um princípio de equidade que o responsável desportivo da PSA sabe ser “um exercício sempre muito difícil”, mas necessário dadas as mais recentes evoluções económicas. Garantindo que a “Peugeot, desvenderá, em tempo oportuno, a sua escolha quanto à caregoria na qual regressará à endurance em 2022”.

0Shares

Em destaque

Subir