Mundo

Pelo menos 14 mortos em deslizamentos de terra na Bolívia

Dois deslizamentos de terra numa estrada no departamento de La Paz, na Bolívia, durante o fim de semana causaram pelo menos 14 mortos e 53 feridos, anunciou hoje o ministro do Interior do país.

O primeiro deslizamento ocorreu no sábado, quando um grande bloco de terra, afetado pelas chuvas, caiu na estrada e atingiu vários veículos perto da localidade de Caranavi, em La Paz.

Um segundo deslizamento teve lugar no domingo, quando várias pessoas tentavam passar no local a pé, enquanto decorriam os trabalhos das autoridades bolivianas para retirar a terra do primeiro incidente.

O ministro do Interior da Bolívia, Carlos Romero, afirmou que no primeiro deslizamento morreram 11 pessoas e que nas últimas horas foram encontrados mais três corpos, entres eles o de uma criança, existindo ainda 53 pessoas feridas que foram transportadas ao hospital.

O Presidente da Bolívia, Evo Morales, deslocou-se ao local para supervisionar “as operações de resgate”.

“Fomos ao local dos deslizamentos e verificámos a gravidade do desastre. Conversámos com as pessoas afetadas e com as autoridades para recolher informações. A recuperação da estrada requer uma solução estrutural que vai levar tempo”, escreveu o Presidente boliviano na rede social Twitter.

Além de cerca de 100 elementos das equipas de resgate da polícia, estão também no local 150 socorristas das Forças Armadas e um helicóptero da Força Aérea.

A estação das chuvas na Bolívia estende-se de outubro a março, intensificando-se durante os meses de janeiro e fevereiro.

5Shares

Mais partilhadas da semana

Subir