Motores

Ott Tanak concentrado em conseguir bons pontos

Depois do triunfo em Portugal Ott Tanak segue para a Sardenha determinado em conseguir um bom resultado que o mantenha na luta pelo tíulo.

O êxito no Chile e na prova portuguesa permitiu ao estónio da Toyota relançar a sua campanha no campeonato do Mundo, com a segunda posição, a 10 pontos do líder Sebastien Ogier, a ser apenas uma ‘jogada tática’ para a prova na ilha italiana do Mediterrâneo.

Com um perfil algo diverso na prova lusa, com especiais estreitas e uma fina camada de areia sobre pedras, o Rali da Sardenha é um desafio que Tanak sabe não ser fácil de superar, mas o Toyota Yaris WRC, sobretudo na sua última versão, já deu mostras de que pode ser uma ‘arma’ útil para ultrapassar este tipo de percurso.

“Estes ralis são provas de que gosto, e têm ambas um especial significado para mim. Portugal foi a primeira prova de WRC em que competi e a Sardenha é o lugar onde obtive o meu primeiro pódio e a minha primeira vitória. São ralis rápidos em alguns sítios, mas também podem ser bastante duros, como tivemos oportunidade de ver no ano passado”, refere Tanak.

O estónio está otimista num bom resultado: “A equipa tem trabalhado bastante e acredito que estamos muito bem preparados. Ganhar no Chile foi muito importante, pois recolocou-nos na luta. Vencer em Portugal mostrou como somos competitivos e agora vou querer marcar bons pontos na Sardenha”.

A prova italiana que se disputa no final desta semana é baseada em Alghero, com uma super especial noturna. O percurso é bastante semelhante ao da prova de 2018, com pequenas modificações, sendo que os carros estão iguais a como estavam na ‘power stage’ do Rali de Portugal no que a chassis, motor e transmissão.

Na etapa de sexta-feira há quatro especiais percorridas por duas vezes na parte nordeste da ilha, enquanto as classificativas de sábado são disputadas na parte leste, com duas passagens por três trocos, incluindo Monte Lerno, famoso pelo salto ‘Micky’s’. No domingo a prova disputa-se na costa a norte de Alghero, com duas especiais realizadas por duas vezes.

Mais partilhadas da semana

Subir