Motores

Ott Tanak assume as ‘rédeas’ no Rali da Sardenha

Ott Tanak conseguiu assumir a liderança do Rali da Sardenha, no decorrer da segunda etapa da prova, hoje realizada.

O estónio da Toyota partiu para a tirada a pouco mais de 11 segundos de Dani Sordo, mas desde a primeira especial do dia começou a ganhar terreno ao espanhol da Hyundai.

Tanak ganhou logo mais de seis segundos a Sordo, a também se imporia nas restantes quatro classificativas de hoje, chegando à liderança logo na terceira. A partir dessa altura o piloto da Toyota foi-se afastando do seu rival, terminando a etapa com pouco mais de 25 segundos de vantagem.

Embora a questão da vitória não esteja totalmente ‘fechada’, nos quatro troços de domingo é de prever que Ott Tanak tudo faça, não apenas para ampliar a sua vantagem e garantir o seu quarto triunfo da época, mas também para vencer a ‘power stage’ final, que dá pontos suplementares para o Campeonato do Mundo.

Já Teemu Suninen concluiu o dia na terceira posição, sendo agora a missão do finlandês da M-Sport Ford levar o seu carro até ao fim e dar à equipa de Malcolm Wilson um merecido pódio, ainda que esteja a pouco mais de 17 segundos do segundo posto de Sordo.

Elfyn Evans também quererá contribuir para o pecúlio da Ford, na quarta posição, pois o galês parte para o último dia a mais de 42 segundos do seu companheiro de equipa. Mas a tarefa do galês não será fácil, já que Andreas Mikkelsen está a somente sete segundos, no quinto posto.

Thierry Neuville partiu para esta etapa a quase um minuto do líder, depois das saídas de estrada da véspera, e hoje conseguiu recuperar um lugar na classificação, ainda que o belga da Hyundai não possa, em condições normais, ir além do sexto posto, face aos mais de dois minutos e meio que o separam da frente da prova.

Esapekka Lappi poderia ter sido o aliado de Sebastien Ogier para ‘roubar’ pontos a Neuville, mas o finlandês concluiu esta segunda etapa a quase 26 segundos do belga, pelo que esse objetivo do piloto da Citroën não será fácil de concretizar.

Sebastien Ogier e Jari-Matti Latvala regressaram à competição ao abrigo da regra ‘rally 2’, com o Campeão do Mundo e o finlandês da Toyota a assinaram alguns tempos interessantes, mas na classificação geral já não têm aspirações. A sua missão é conseguirem vencer o obterem bons tempos na ‘power stage’.

Classificação após a 15ª PE
1º Ott Tanak/Martin Jarveoja (Toyota) 3h04m10,3s
2º Dani Sordo/Carlos del Barrio (Hyundai) + 25,9s
3º Teemu Suninen/Jarmo Lehtinen (Ford) + 42,9s
4º Elfyn Evans/Scott Martin (Ford) + 1m25,4s
5º Andreas Mikkelsen/Anders Jaeger (Hyundai) + 1m33,3s
6º Thierry Neuville/Nicolas Gilsoul (Hyundai) + 2m32,4s
7º Esapekka Lappi/Janne Ferm (Citroën) + 2m58,3s
8º Kris Meeke/Sebastian Marshall (Toyota) + 3m53,3s
9º Juho Hanninen/Timo Tuominen (Toyota) + 7m23,2s
10º Harri Rovanpera/Juho Halttinen (Skoda) + 7m24m,5s

4Shares

Mais partilhadas da semana

Subir