Nas Notícias

Os sonhos dos idosos de Vila do Bispo deixaram-nos a pensar

Quais são os sonhos dos idosos? O que mais desejam, nesta fase da vida? A Santa Casa da Misericórdia de Vila do Bispo promoveu uma ação louvável, que suscita reflexão. As respostas mostram-nos que é nesta fase da vida que damos valor ao que verdadeiramente importa. Em quase todos os sonhos, há um regresso em recuperar algo perdido. A palavra “voltar” é comum a quase todos.

No dia 25 de setembro, assinalou-se o Dia Mundial do Sonho, efeméride que levou a Santa Casa da Misericórdia de Vila do Bispo a promover uma iniciativa que ganhou grande dimensão nas redes sociais.

Porque sonhar não paga imposto, não exige mobilidade, pode fazer-se na solidão, os idosos daquela instituição foram convidados a escrever, num quadro de ardósia, qual é o seu principal sonho.

Eles apenas tinham de completar uma frase que começava por “Eu sonhava:”. E as respostas manifestaram não apenas os seus desejos, mas disseram-nos tudo sobre a terceira idade.

Nenhum deles pede bens materiais. Quase todos falam dos filhos, netos e bisnetos. Alguns gostariam de recuperar o que perderam (saúde, quase sempre), outros têm saudade de fazer arte.

São sonhos de pessoas que têm um passado mais longo do que o futuro. E que dão valor àquilo que verdadeiramente importa. Dizem-nos o quão felizes são as pessoas que têm saúde, família, autonomia. Dão-nos uma lição de vida.

“Os sonhos recolhidos foram colocados na Árvore dos sonhos, também construída por alguns utentes, que ficará em exposição na sala de convívio do Lar de Sagres, do Lar de Budens e no Centro de Dia da Raposeira”, conta-nos a instituição, que promoveu esta iniciativa.

Que a árvore dos sonhos dê frutos.

Veja a galeria de imagens:

40Shares

Mais partilhadas da semana

Subir